Category Archives : sons-do-coracao

Home  >>  sons-do-coracao

A importância da relativização

21
jul,2015

0

“Somos nós que fazemos a vida Como der, ou puder, ou quiser Sempre desejada Por mais que esteja errada Ninguém quer a morte Só saúde e sorte.” Gonzaguinha   Ninguém quer entrar em uma guerra. Ninguém entra em guerra pra…

Aceite, acolha, agradeça, semeie, espere, confie.

18
jul,2015

0

Aceita. Quando você mais precisar é de onde você menos espera que virá o socorro. Aceite. Acolha Quando você mais precisar, será também de onde que você menos espera que virá a porrada. Acolha o que é preciso dela aprender….

Quem dera

6
jul,2015

0

Quem dera o mar ficasse na esquina, os acertos no trinco, a chave na mão. Quem dera víssemos como Ele vê e tirássemos da cruz quem não precisa pagar por algo que já pagaram por nós. Quem dera se fôssemos…

Você é uma promessa não cumprida

18
jun,2015

0

Você é uma promessa não cumprida. Uma daquelas 100 promessas que fiz e nunca cumpri. Como quando prometi que ficaria um mês sem chocolate e cedi na primeira vez que você me ofereceu aquele chocolate que tinha gosto de acarajé….

Namore alguém que tenha dúvidas

12
jun,2015

0

Para ler ao som de:   Há algum tempo li um texto que aconselhava as pessoas a namorarem alguém que não tivesse dúvidas. Confesso que foi o texto mais perigoso e estapafúrdio que já li a respeito. Ora, se de…

Pra ser feliz, basta aceitar

3
jun,2015

0

Juliana não era fútil, mas atualmente seu maior sonho era ganhar – ou ter condições de comprar –  o vestido lindo que um dia sonhara para sua formatura. O orçamento, porém, estava apertado. A mãe doente, o cachorro com carrapato,…

Eu quero ser Miguel de Cervantes

27
maio,2015

0

“Apesar das ruínas e da morte, Onde sempre acabou cada ilusão, A força dos meus sonhos é tão forte, Que de tudo renasce a exaltação E nunca as minhas mãos ficam vazias.” |Sophia de Mello Breyner Andresen|   Me chame…

Pra virar infinito

24
maio,2015

0

Eu vou virar semente e vou vencer o tempo. Quando meus pés não mais conseguirem fazer caminho e minha sombra não tocar o chão e eu viver o fim que é começo. Quando o último suspiro dos meus pulmões fluir…

Comprei fé de uma estrela cadente

20
maio,2015

0

Comprei fé da última estrela cadente que vi. O pagamento foi minha total veneração. Eu parei a rotação do meu tempo pra ficar observando cada milésimo de segundo que ela dançou na minha frente, me fazendo suspirar com o rastro…

Por favor, ocupe meu ócio

14
maio,2015

0

Para ler ao som de: Hoje eu queria sentar e ver de uma vez só, todos os filmes dramáticos que me fazem ter vontade de devorar um pote de sorvete enquanto assisto em companhia do nada. Mas não dá porque…