Category Archives : sons-do-coracao

Home  >>  sons-do-coracao

Você é uma promessa não cumprida

18
jun,2015

0

Você é uma promessa não cumprida. Uma daquelas 100 promessas que fiz e nunca cumpri. Como quando prometi que ficaria um mês sem chocolate e cedi na primeira vez que você me ofereceu aquele chocolate que tinha gosto de acarajé….

Namore alguém que tenha dúvidas

12
jun,2015

0

Para ler ao som de:   Há algum tempo li um texto que aconselhava as pessoas a namorarem alguém que não tivesse dúvidas. Confesso que foi o texto mais perigoso e estapafúrdio que já li a respeito. Ora, se de…

Pra ser feliz, basta aceitar

3
jun,2015

0

Juliana não era fútil, mas atualmente seu maior sonho era ganhar – ou ter condições de comprar –  o vestido lindo que um dia sonhara para sua formatura. O orçamento, porém, estava apertado. A mãe doente, o cachorro com carrapato,…

Eu quero ser Miguel de Cervantes

27
maio,2015

0

“Apesar das ruínas e da morte, Onde sempre acabou cada ilusão, A força dos meus sonhos é tão forte, Que de tudo renasce a exaltação E nunca as minhas mãos ficam vazias.” |Sophia de Mello Breyner Andresen|   Me chame…

Pra virar infinito

24
maio,2015

0

Eu vou virar semente e vou vencer o tempo. Quando meus pés não mais conseguirem fazer caminho e minha sombra não tocar o chão e eu viver o fim que é começo. Quando o último suspiro dos meus pulmões fluir…

Comprei fé de uma estrela cadente

20
maio,2015

0

Comprei fé da última estrela cadente que vi. O pagamento foi minha total veneração. Eu parei a rotação do meu tempo pra ficar observando cada milésimo de segundo que ela dançou na minha frente, me fazendo suspirar com o rastro…

Por favor, ocupe meu ócio

14
maio,2015

0

Para ler ao som de: Hoje eu queria sentar e ver de uma vez só, todos os filmes dramáticos que me fazem ter vontade de devorar um pote de sorvete enquanto assisto em companhia do nada. Mas não dá porque…

Assassinato interno

13
maio,2015

0

Eu mato pessoas. Mas não é morte súbita, é uma morte lenta, silenciosa e discreta. Eu mato pessoas em mim. É que de vez em quando eu canso. Canso dos risos floridos que ofereço, canso da apatia que recebo, canso…

De mim que não sou metade, pra você que é inteiro

11
maio,2015

0

Não quero ser metade, como a banda de uma laranja abandonada sob a mesa. E eu não sou metade, mesmo que já tenha me partido tantas vezes, continuo inteira. Sou eu por completo, com manias e defeitos, cicatrizes e lembranças….

Pra você que é o mundo

9
maio,2015

0

Eu sei que se fosse preciso, você sentiria aquela dor horrível de ouvido que tive aos nove anos, no meu lugar. E eu sei que você não sabe, mas eu vi quando você chorou naquele dia, quando eu era pititica…