Dá medo…

Home  >>  categoria  >>  Dá medo…

Dá medo…

12
out,2010

5

As vezes é dificil falar o que está no coração…
As vezes dá medo falar o que sentimos e deixar que os outros vejam que não somos tão fortes quanto aparentamos.
Dá medo mostrar do que temos medo…
Dá medo falar do que gostamos, do que queremos…
Dá medo confessar que ficar sozinho não é bom…
Que olhar para o telefone que nunca toca, aperta o peito…
Que ouvir aquela música que nos lembra alguém, as vezes arranca lágrimas…
Dá medo ser julgado, compreendido e ainda assim condenado.
Dá medo parecer idiota quando contamos o que está nos fazendo ficar tão pensativos… ou quando confessamos que sentimos saudades de quem não deveríamos sentir…
Dá medo contar para aquele alguém o quanto ele faz falta, e parecer idiota enquanto as palavras saltam da boca…
Dá medo ser intenso(a)…
Dá medo pensar que irão sentir medo da gente quando souberem o quanto nos apegamos fácil e do quanto seria fácil passar o resto da vida ou boa parte dela ao lado de quem sequer conhecemos direito.
Dá medo ser bobo… dá medo acreditar em finais felizes, dá medo não ser otimista sempre e mostrar que as vezes choramos…
Dá medo imaginar alguém sabendo que as vezes as lágrimas molham nosso travesseiro e que abraçamos apertado o nosso ursinho de pelúcia antes de dormir… ou que conversamos com nosso animal de estimação e que mesmo ele não entendendo nada, a solidão vai embora enquanto ele nos olha virando a cabecinha pro lado, como quem quer entender…
Dá medo pensar que talvez a vida não seja como as historinhas que nossas mães nos contava quando éramos crianças…
Dá medo…
Dá medo e trabalho nos convencer que ir para a balada resolve, que não faz diferença irmos sozinhos para o cinema e que não faz falta não ter uma mão para apertar quando passar alguma cena de terror na tela, ou que nem notamos que todos os casais se beijam nos finais felizes dos filmes…
Dá medo não ter para quem mandar aquela foto linda que tiramos do pôr do sol…
Dá medo a normalidade…
Dá medo esperar o alguém que nunca chega…
Dá medo não termos um peito para encaixar com o nosso para fazer o coração acalmar….
Dá medo saber que sempre vamos pensar que o próximo, talvez seja “o próximo” e saber que provavelmente não será….
Dá medo ver as fotos de casais se beijando e olhar para as nossas, sozinhos…
Dá medo saber que ser só não é bom como as vezes parece e dá mais medo ainda saber que quando alguém ler isso irá falar que ‘as coisas não são bem assim’…
Dá medo…
As vezes eu estarei bem e feliz como sou, me contentando com cada minuto que a vida oferecer de risada e rindo com tudo que há mim, mas, ainda assim, sei que vou sentir medo do incerto chamado “depois”, e esse, não sei se algum dia deixarei de temer.
Dá medo saber que as vezes somos tão frágeis…
Dá medo….

Camila Lourenço

Bruno,seu texto ficou lindo e singular como vc….vou postar aqui exatamente o mesmo comentário que postei no seu texto(obrigada de novo):

“Como poucos momentos em minha vida,eu não sei o que falar…
Preciso dizer que chorei quando li seu texto?Acho que não,né?Meio óbvio isso…rsr!
Mas,preciso dizer que eu sei da dor do medo(tava sentindo-a bem aqui quando sentei em frente ao pc)…ela não sumiu,eu sei,mas me fez bem me lembrar que se um dia fui corajosa,(enquanto criança),posso ser de novo!
Obrigada!
Por compartilhar um texto tão bom…e por ser assim:Sem medo!
Pessoas sem medo nos dão segurança…e tem tanta gente como eu precisando se sentir segura no mundo…
Obrigada mesmo!
Vc dispensa adjetivos…é VOCÊ,e isso basta!
Beijos!”

Bruno Godinho disse:

Postado ontem a noite em resposta ao seu texto que, diga-se de passagem, está ótimo. rsrs

http://ultimotrocadilho.blogspot.com/

É madrugada e juro,levantei só pra escrever…só para extravazar.Qnd coloquei para editar textos,qual não foi meu espanto quando vi que vc tinha passado por aqui,Branquela…
Não preciso dizer que as lágrimas estão banhando o teclado,nem que estou repensando se escrevo ou não o que levantei para escrever…
Ainda hoje chorei me lembrando da falta que vc está fazendo(‘novidade’)…
Ainda hoje chorei por td…
Ainda hoje brindei à minha ingenuidade,e brindei em homenagem a todos que me farão amanhã ser mais cética do que hj…
Sim,vc tem razão em tudo que falou…(e vc também,Ká)…mas aqui,bem nessa parte do texto,do meu comentário,é a parte que eu não sei o que falar…é a parte covarde,a parte criança que pularia de um lugar alto,se houvesse alguém para pegar…
Essa é a parte onde eu paro,pq eu realmente não sei o que eu poderia dizer de melhor sobre mim mesma ou sobre o que eu posso aprender a não temer…
Obrigada Ká…pelo companheirismo de me ouvir quando preciso…
E obrigada Branquela…MQC!
Qnd digo que meus amigos são o que tenho de melhor,não é brincadeira…não sei o que seria de mim,sem vcs para me entenderem mesmo na ausência,mesmo no silêncio!
Obrigada!
Beijo!

Branquela disse:

Com certeza todos tem seus medos..e não cabe a ninguém julga-los.. o que consideramos bobo,pode ser algo que só de a outra pessoa pensar,o coração já dispara e a boca seca..
Mas temos tão pouco tempo pra deixarmos todos nossos medos nos impedirmos de viver,não é mesmo?
Com ctza eles estarão lá,mas quem é maior? seus medos ou vc e sua coragem?
Sempre acreditei que Deus reserva algo muito bom pra gente..Vc sabe de muita coisa que já passei,e acredito que eu tb saiba de mta coisa q vc passou e ainda passa,e claro q nao posso te “ensinar” nada,mas muitas vzs pensei q um fim seria o fim de tudo,ou que a solidão seria minha eterna companheira,além dos meus medos..Porém,toda a dor q já senti no meu passado tinha um propósito.que apareceu MUITO tempo depois..como ja te disse,o ser humano só cresce e aprende na base da porrada..e nao com livros de auto ajuda,opiniões,conselhos..passamos por péssimas fases,em que o que queremos está bem longe do que temos,mas como diz uma frase,o bom das derrotas,é que elas não eternas,assim como as vitorias tb não são.. Ou seja,isso vai mudar completamente. Ano passado vc imaginaria q 1 ano faria tanta diferença assim na sua vida?

Pensa bem pititica!!

Amo vc!!

Obs. Lembra da minha luta com meus medos?Já faz quase uma semana q eu estou vencendo..não tá mt fácil,mas to mostrando quem manda aqui.. =]
Se Deus quiser a tendência é melhorar até chegar nos 100% =D

Mila disse:

Me dava medo de achar que esses medos só amedrontava a mim, mas são os mesmos que te rodeia… Sinto tantos medos e não sei de forma nenhuma me livrar deles, é tão ruim. Dá medo desses medos permanecer me agoniando pra sempre…
Medo me limita em todos os sentidos…
Amo vc, vc é tão igual a mim!!! rs rs