Independência

Home  >>  categoria  >>  Independência

Independência

4
mar,2011

5
Já quis te estapear, te xingar e te botar pra correr.
Te dizer que odeio sua falta de companheirismo e o desinteresse pelas pequenas coisas que costuram os pedaços de pano da roupa que nos une.
Mas, no lugar de fazer isso, corri e te abracei na intensidade da minha raiva apaixonada. Te dei carinho no lugar de tapas, e te disse calada com olhos, sorrisos, ouvidos, cabelo e pele: “continua aqui”.
Mas você continuou o mesmo babaca que guardava as demonstrações do depois na sua gruta mais secreta, e a cada atitude mesquinha e silenciosa, era um pedaço teu que você matava em mim.
Hoje decidi te dar minha sentença.
Engoli meu coração.
Agora ele está onde você não pode atingir.
Pronto, agora se você quiser, já pode partir.

Camila Lourenço
Anonymous disse:

E eu que tbm corri, abracei, disse coisas com os olhos, o sorriso e com a boca mesmo…de nada resolveu!Ele ainda continuava embaixo daquela armadura…
Hoje mesmo resolvi “largar de mão”…
Não procurar mais, não querer mais tanto, e jogar o jogo dele, fazer a mesma coisa…
Aqueles olhos de “cão sem dono” cada vez que eu ia embora, me deixava com o coração na boca…Parei e prestei atenção nos olhos dele, queriam me dizer algo, mas pq nao dizia?Pq?
…Larguei de mão de vez, até ele me olhar d novo, com aqueles lindos olhos ….

Adoro seus textos moça!
É inspiração, é criatividade, é lição pra vida!
Passarei sempre por aqui!

DE que ainda revestir o coração, se isto não anula os resíduos deixados?
Mesmo quieto, inerte, tudo continua exatamente lá,
e ao menor sinal, revive …

beijoos um ótimo carnaval! ..

Cáh disse:

“Mas, no lugar de fazer isso, corri e te abracei na intensidade da minha raiva apaixonada”.

Quantas vezes não fiz isso?
Quando vc mandou no cel sobre o texto, eu imaginava uma coisa, mas isso dái foi ótimo. Ótimo tbm depois da nossa conversa, ser assim, como somos, será mesmo tão errado? Ou algumas pessoas é que estão equivocadas? Na verdade só acertamos quando decidimos deixar as coisas irem, seguir seu caminho. Como vc disse.
Certas coisas não podem ficar, uma porque elas precisariam estar MUITO afim de nos entender e nos respeitar como somos, outra porque … ah, porque não dá msm.

Hoje de manhã quando te liguei, foi porque eu sabia mesmo que a canção era pra vc: “deixa o sol entrar”… isso é só pra quem consegue mesmo.

Um beijo minha Camila das flores…

Emocionou-me.
Abraços querida.

Um vez engoli o meu também, e ele conseguiu chegar lá…

Um beijo.