Na vida, em você, fé

Home  >>  categoria  >>  Na vida, em você, fé

Na vida, em você, fé

15
ago,2011

3

“Você me dá fé na vida. E isso é terrivelmente bom.”

Claro que ficaria tudo bem.

Ficaria se não houvesse aquela compulsão imensa por mais e sempre mais.
Se a ausência da expectativa pela próxima vez se fizesse presente.
Se tudo fosse mais previsível e menos qualquer coisa.
Mas por se tratar de vida, nunca se sabia ao certo o que esperar. e por não saber o que esperar, se encantava a cada vez que botava os olhos naquele olhar. E daí nada ficava bem,e tudo ficava bem.




“To Be With You – Tyler Ward”
Camila Lourenço
P.S: Olá meus queridos(a) leitores. A partir dessa semana publicarei um texto opinativo toda quarta. Fiquem ligados e caso queiram, enviem sugestões. Àos plagiadores que andei encontrando por aí na net, um recado: eu amo escrever, escrevo pra me libertar de mim, pra ser divulgada mesmo, pra vocês se identificarem com o que é escrito e claro, divulgarem quando e o quanto quiserem em seus blogs. Porém, cite a fonte. Plágio, além de feio, é crime. Beijo e boa semana a todos.

É Camila vou ficar de olho na nova sistemática de sua divulgação de textos. Quanto aos plagiadores eles sempre existiram e sempre existirão. Realmente devemos mesmo alerta-los sobre o crime e a falta de ética. Estou acompanhando suas lindas e emocionantes ideias. Parabéns pela sua criatividade e imaginação que eu admiro muito. Beijos

Lilian disse:

Que seja sempre assim.

ps:plágio é terrível mesmo =/
Bjs

Erica Gaião disse:

Camila!

O problema desses amores construídos na contradição é o vício. Eles viciam… Eu sei.

E tudo vai ficar bem…

Quanto ao plágio, o que dizer quando além dos textos, tentam imitar você, seus gostos, preferências e pseudônimos? Esse é um assunto que me irrita! Mas tem gente que não tem vergonha de fazer vergonha. É isso… Nada elegante essa coisa de se apropriar do verso alheio para ilustrar uma vida que é nutrida, no mínimo, pela falta de talento. Fica tranquila, porque quem não sabe voar com as suas próprias asas não consegue se sustentar se o vento for forte, além das suas expectativas.

Beijos, flor!