Os mesmos de antes

Home  >>  categoria  >>  Os mesmos de antes

Os mesmos de antes

16
maio,2011

1

“Ainda somos os mesmos que um dia, cambaleantes, aprendemos nos equilibrar sobre as próprias pernas.”

Eu não sei bem em qual parte do caminho as coisas que acreditávamos transformam-se em imagens desfocadas pra nós. Não sei também se é uma grande brincadeira de mal gosto as vezes tudo que almejamos demorar tanto para chegar ou parecer, simplesmente, longe do alcance das nossas mãos.

Não sei também quando ter um sono tranquilo deixa de ser prioridade, ou quando começamos sonhar com as guloseimas de uma padaria onde não há um caixa para receber nossas moedas, e, nos dar os doces que tanto almejamos.
Eu sei, porém, que há um sopro de vida dentro do nosso peito, que se alimentado, ganha força e destrói todas as telhas de aranha dos sonhos que um dia tivemos.
E é esse sopro, que nos lembra, que para a maioria das coisas, como sorrir, ser feliz, tentar de novo, não existe idade. Existe só o agora mesmo.
Oxalá nossos passos rumo ao que realmente queríamos fossem passos, além de somente planos e palavras bonitas.
O sol queimando nossa pele, o vento batendo em nosso rosto nos lembra, todos os dias, que não importa qual idade tenhamos, para fazer o dia e a vida valer a pena, seremos sempre jovens.
Não importa qual a velocidade caminhemos, se a direção for a que realmente queremos, qualquer tamanho do passo, será o tamanho ideal.

“Forever Young – Youth Group”
Camila Lourenço

P.S: O blogger teve problemas nos últimos dias e por isso, vários comentários deixados aqui no blog, foram perdidos. Infelizmente não consegui reavê-los. De qualquer forma, aos poucos, o blogger está voltando ao normal. Obrigada a todos que sempre passam por aqui. Beijo.
QUIM disse:

Confesso ja tinha saudades de te vir ler…rs..mas foi promessa ,fim de semana sem pc e sem telenovela…mas estou de volta….bjs querida …deixa eu ficar e ler as novidades..bjs