Puro, ainda que seja amor

Home  >>  categoria  >>  Puro, ainda que seja amor

Puro, ainda que seja amor

26
jan,2012

2
Enquanto me tiver
que eu seja
a última e a primeira
E quando eu te encontrar
Meu grande amor
Me reconheça.
|Frejat|

Eu te recebo quando o dia amanhece, quando as primeiras lufadas da manhã vêm me beijar. Eu te transpiro em forma de fé, e toda esperança que em mim você faz nascer, de repente, brilha como um sol particular, pra mim, todo pra mim, invadindo minha vida de uma luz tão própria que mesmo sem caminho, eu vejo exatamente por onde ir.
Você está na melodia do som da minha voz, no brilho dos raios do sol refletido nas minhas retinas. Eu amanheço embalada por você e vejo minha vida florescer quando fecho os olhos e escuto sua voz me contando do mundo.
Eu te amo com um amor puro, de criança. Te amo com um amor bonito, de poeta. Te amo com um amor insano, de amante.
Eu te amo quando você sorri, quando você pisca o olho esquerdo mais que o direito quando conversa. Eu te amo quando você é plural, quando é singular. Eu te amo só porque você existe.
Eu te toco com a alma e no palácio dos meus sonhos não existem limites, barreiras ou tempo. Todo tempo é o tempo de um coisa só: Ser feliz (ainda que na infelicidade).
Você me muda, me conserta, me renova, me faz criança degustando o amadurecer.
Com você sou fruta madura, no ponto para ser colhida e flor menina que precisa ser regada.
Com você eu celebro, eu vivo, eu sou.
Com você a mudança me alcança e, no entanto, tudo é igual como deveria ser.
Você me leva pro melhor do meu paraíso e é por isso que sei que por te amar com um amor tão bonito e genuíno, eu te amarei até o fim, chegando o momento de nossos lábios enfim se unirem ou de eu te perpetuar somente no nome de um filho.
Com você eu aconteço e redescubro que o amor possui mesmo muitas formas e que amar é mesmo desejar o outro feliz. Então, faça-me esse favor: Seja feliz.


Entrelaçar as almas sem nunca ter dado as mãos.
 Alguns chamam isso de castigo, eu chamo de dádiva.


“O anjo mais velho – O Teatro Mágico”


Camila Lourenço

Camila de Deus que texto divino.
Jesus sacramentado! Que seja ele o Amor puro desses que podem ser sim reais…
Sem comentários, estou suspensa no ar.
Um beijo,

PS.: Cá, embora não comente com frequência nos blogs dos amigos devido a correria, sempre que abre uma brecha vou visitando e descansando as vistas nesses tesouros das palavras.

Tudo passa, ma o tempo de ser feliz sempre volta

Faço da suas palavras as minhas, até o mesmo sentimento o meu, talvez mude a inspiração, mas é o mesmo anseio e talvez até seja o mesmo amor!

“o momento de nossos lábios enfim se unirem”

Obrigado por escrever