Saudades de mim…

Home  >>  categoria  >>  Saudades de mim…

Saudades de mim…

6
jun,2010

6


Eu ‘tô ‘com saudade…
Saudade de mim e das minhas antigas crenças.
Saudade da minha antiga simplicidade no sentir e das lágrimas que brotavam facilmente ao ouvir uma música.
Saudade de ser menos cética, mais romântica e talvez até mais frágil.
Saudade de sentar em frente a esse pc e dos meus dedos fluirem milhões de palavras,confissões do que vai em meu coração,ou de algum desejo ardente de alcançar alguém.
Saudade de sentir meu peito pulsar naquele tumtumtum que tira o fôlego…
Saudade do tempo em que o piloto automático não estava ligado e o “Dane-se” também não.
As vezes, nos escondemos atrás de tantas armaduras para nos proteger que acabamos perdendo o tato que nos mantem em contato com a vida.
Até que ponto vale a pena se proteger? Até que ponto vale a pena se proibir de acreditar? Até onde se ganha em ser realista e, nada mais?
Não sei… Mas uma coisa é certa,ser criança é bem mais fácil que se tornar um adulto de pés no chão.

Camila Lourenço

Divana disse:

Oi Camila! Estou visitando o seu blog pela primeira vez e adorei. Incrível como me identifiquei. Tenho muitas ideias e quando consigo, passo para meu caderninho secreto rs! Sempre que eu puder farei visitas. Parabéns pelo aproveitável espaço.
Abraços, Divana

Anonymous disse:

muinto bonito seus texto amei!!

Lonne disse:

“Saudade de sentar em frente a esse pc e dos meus dedos fluirem milhões de palavras,confissões do que vai em meu coração”

rsrs Eu sinto saudades da época que não tinha que tá me policiando o tempo todo… intérpretes do mal –‘

Adorei texto. 😉

Camila disse:

Ki lindo…
ate toka o coracao…belas falas e criatividade.

Bjsss

Netto,obrigada!Pensei varias vezes se publicava ou não esse texto e o “Reticências” também; e vc,me fez ver que devo simplesmente postar qnd me der vontade,que em algum momento,mesmo um texto pequeno irá alcançar alguém.Que bom que meus textos te fazem refletir.Seus comentários me fazem crescer,como redatora e blogueira.Beijo no coração!

Netto disse:

Lendo esse seu texto me bateu uma baita saudade, também, de quando eu fazia coisas sem pensar nas consequecias, de quando eu pensava que tudo estava ao alcance das minhas mãos e …

Cada dia fico mais fã seu, os seus textos me fazem refletir. Continue assim.
Bjos!!!