Se’s…

Home  >>  categoria  >>  Se’s…

Se’s…

23
set,2010

2

Eu sei que a tua mão fará diferença na minha…se eu estende-la à você!
Eu sei que meu coração pode ser aquecido pelo seu… se eu retirar as barreiras para você entrar!
Eu sei que posso sorrir, em dias de ‘sol’ ou dias de chuva… se eu decidir que vou!
Eu sei que a vida pode ser boa… se assim eu a encarar.
Eu sei que eu posso ser como eu realmente gostaria de ser… se eu decidir que serei.
Eu sei que posso alcançar o incalcançavel… se eu decidir pagar o preço!
Na vida,existem muitos “se‘s”, retirá-los é só uma questão de escolha.
Somos reféns do que dizemos ser “destino”. Esperamos que ele traga a pessoa certa, mas nunca saimos de casa ou nos damos a oportunidade de realmente “conhecer” quem passa por nós. Sonhamos com o emprego que nos faria feliz, mas, muitas vezes,não agimos para torná-lo uma realidade… Conheço tanta gente que sonha ser atriz, mas nunca fez um curso de teatro ou participou de algo do gênero. Que sonha ser consultor,mas nunca sequer leu mais que uma matéria sobre o que procura.
Podemos ser felizes…se decidirmos que seremos!
Sua palavra pode tocar meu coração, se eu me permitir realmente te ouvir.
Este texto pode te fazer tirar da gaveta projetos antigos…se você conseguir enchergar que nunca é tarde demais!
Retire o “Se” da sua vida e faça dos seus sonhos e vontade uma realidade…
Pode parecer utopia,mas realmente só depende de você!

Camila Lourenço

P.S: A pesquisa feita serviu como um norte e postarei sobre todos os temas,mas como um dos sugeridos foi falar o que vem do coração,eis aqui então um que saiu diretinho do meu coração para o de vocês!

Quem retira os “Se’s” da vida sempre se surpreende com o que acontece,e o melhor,faz a diferença na vida dos que o cercam…como você fez!
Parabéns DJ querido!
Fico feliz que o meu texto tenha chegado ao seu coração e se encaixado tão bem com sua realidade!
Bjokas!

DJ Beto disse:

Olá Mi

O seu texto veio como uma luva pelos acontecimentos que tive ontem e hoje poderei palestrar a respeito.
Atuei em um acidente automobilístico no qual acabei machucando a mão direita (Luxação).
Me perguntaram porque eu agi daquela forma o que deu uma solução positiva; falei que não fui eu que estava agindo e sim o coração sem se importar comigo e importando-se com o outro.
Nesta hora o “se” fazer foi mais importante e ajudou a vítima.
Tenha um ótimo dia e obrigado pelos seus textos
Te adoro. Beijos no coração.