Tanto e amiúde…

Home  >>  categoria  >>  Tanto e amiúde…

Tanto e amiúde…

23
jan,2012

0
E de te amar assim, tanto e amiúde, 
é que um dia hei de morrer,
por ter amado mais que pude
|Vinícius de Moraes|

Eu te amo tanto que meu corpo se expande na medida das sensações. Porque eu te sinto. Eu te sinto na comida, eu te sinto no vento, eu te sinto na chuva.
Eu estoco amor pra nós, em algum canto recôndido do meu ser. Divido os nossos amores em trilhas sonoras e te ouço na sintonia perfeita pra cada situação.
Eu te amo como quem crê vendo sem ver. Como a chuva beijando o verão. Como a maresia dedurando o mar. Eu te amo de um tanto tão meu que de meu se torna nosso.
Eu te amo de um tanto tão sem tanto que te invento, te imagino e te desenho na medida exata pra mim.
Eu te amo e por te amar eu vou brincando de te inventar reconstruindo a mim.
Eu te amo, Amor, e é só por te amar que continuo assim: agridocemente cética crente que você espera em algum lugar por mim.

James Morrison – I Won’t Let You Go 
Camila Lourenço