Uma espada de dois gumes

Home  >>  categoria  >>  Uma espada de dois gumes

Uma espada de dois gumes

18
fev,2011

2

Tenho um leitor que sempre fala em seus comentários sobre a coragem de se mostrar.

Sempre entendi e hoje vi que nunca entendi.
Se mostrar está além de dizer o que pensa, de vestir a roupa que tem vontade e sair na rua mesmo que todo mundo te olhe achando que você veio de Marte.
A maioria das pessoas que se mostram não tem noção na realidade do que estão fazendo.
“Damos a cara a tapa” todos os dias quando nos mostramos.
Nos mostrar é chamar alguém que não conhecemos para um quarto, tirar a roupa e falar:”ó, aqui e aqui se você me bater, eu morro, aqui eu fico sem andar, aqui eu vou ter dificuldade em voltar acreditar…”
Ser esse alguém que vê onde pode ferir é um teste grande. É poder vencer se quiser, é poder usar todas as estratégias que conhece e até mesmo usar as feridas a seu favor. Fazer isso ou não depende de índole e muitas vezes, de caráter.
É preciso coragem para se mostrar, pra deixar à luz do sol os seus defeitos, os seus medos, os seus sonhos. Mas é preciso de uma dose dupla de coragem para ser covarde e ferir.
É preciso coragem para se mostrar. Mas é preciso ainda mais coragem para ser fraco o suficiente para ver a vida passar e não vivê-la por medo do que vão pensar, fazer e/ou do que vamos sentir.

Camila Lourenço

Verdade. A coragem de vestir a roupagem do que somos verdadeiramente.
beijos

Tomo doses infinitas (todos os dias) dessas coragens todas que me empurra pra frente, me ensina a ser o raro, a única. A vida não quer da gente alardes, quer a beleza dos silêncios que falam tão mais alto quando vindos do coração!

Um beijo.