“Quando aceitamos a vida como ela é, até a falta deixa de nos machucar.

Abençoada seja toda a saudade que vez em quando nos agarra.
Abençoada seja cada lágrima que caiu.
Abençoado seja tudo que passou, tudo que é e tudo que virá.
Abençoada seja essa vida e suas sutilezas, que jamais deixa faltar as pequenas epifanias diárias que fazem com que o gosto da felicidade sempre esteja em nossa boca, mesmo com o nosso sorriso ainda torto e o rosto chuvoso.

“Com essa cor – Monique Kessous”
Camila Lourenço