Sempre acreditei que somos autores do nosso próprio destino…que está em nossas mãos o poder de fazê-lo bom ou ruim, e de certa forma,é mesmo.

No entanto,existem algumas coisas que não temos o controle nas mãos. Você não controla por exemplo como as pessoas irão te marcar. Você pode decidir como irá encarar isso e o que irá fazer com as mudanças que essa pessoa trouxe consigo para sua vida Mas,você não decide, quem irá fazer seu coração bater mais forte.Você decidi sim se irá dar lugar a isso ou não,mas o primeiro impacto e quem o fará,não!

Escolhi em que área profissional iria me dedicar, mas, não escolhi por exemplo, que surpresas eu teria nessa área.

Escolhi ser como sou e sabia que atrairia para mim pessoas que são +/- iguais a mim, mas não sabia quantas mudanças essas pessoas que eu mesma atrai trariam para minha vida!

Escolhi estudar, mas não escolhi quem entraria em minha vida a partir de tal decisão e mudaria muita coisa para sempre.

Escolhi por exemplo um dia, fazer um favor para um amigo, mas não imaginava nunca, que através dele conheceria alguém que me levaria para o outro lado do país.

Escolhi participar das redes sociais, mas não sabia porém,quantas pessoas eu conheceria através dessa ferramenta que agregariam tanto conhecimento e “vida” ao meu cotidiano.

Escolhi também,em um dia quente em Goiânia,ouvir barulho de chuva pela internet, mas não imaginava como um simples passatempo deste poderia trazer consigo tantas mudanças e surpresas.

Uma certa amiga minha sempre gostou da frase: “A cada escolha,uma renúncia”! Hoje em especial, tenho uma nova versão para esta citação:”A cada escolha, uma surpresa do destino!”

Sim,ainda acredito que somos autores do nosso destino, mas autores em partes, porque, a maneira como certas coisas nos tocam e a forma como algumas pessoas entram em nossa vida, eu creio que nunca vou deixar de acreditar que é coisa do destino!

Camila Lourenço