Sou composta por variáveis. Sempre fui. Nada é absoluto em mim.

Minha opinião muda.
Meu gosto musical muda.
A cor do meu cabelo muda.
Meu conceito sobre muita coisa muda.
Tudo muda.
Hoje sou solteira. Um dia serei casada.
Hoje sou adrenalina. Um dia serei calmaria.
Hoje sou desprendida. Um dia serei cativa.
Tudo muda, tudo varia, menos você.
Você é uma constante. Uma daquelas poucas certezas de bom que a gente tem.
Poderemos até brigar um dia.
Poderemos ficar muito tempo sem nos vermos.
Poderemos mais um monte de coisas, como casar, mudar e nem recado deixar que ainda assim, tenho certeza que quando nos encontrarmos será assim: Bom como sempre!
E essa contância, essa certeza me basta para te levar no coração durante o tempo em que ele bater!

“Nunca se esqueça, nenhum segundo, eu tenho ‘amor’ maior do mundo… Como é grande, o meu ‘amor’ por você!”

Camila Lourenço