É fácil não dizer que estou com saudades.

Difícil é não sentir o chão ficar instável quando você passa por mim.
É fácil não contar todas as estratégias que traço para não pensar mais em você.
Difícil é não senti-las ruir quando não consigo te ignorar.
Fácil é escrever que se deve viver no presente e só.
Difícil é viver o presente sem viajar no passado nem ansiar pelo que está no futuro. (Difícil não, as vezes é um saco mesmo!)
Fácil é dizer-se forte.
Difícil é não sentir-se fraco as vezes.
Fácil é fazer-se indiferente.
Difícil é realmente estar.
Da casca pra fora é fácil muita coisa, queria que você visse é como é difícil muita coisa aqui dentro. Sentir sua falta é uma delas.

Camila Lourenço