Me desculpem leitores, mas hoje eu vou falar o que penso e não vou usar ‘peneira’.
Tenho maior preguiça de cara que mal te conhece e já larga o “tô apaixonado por você”…ou então, aqueles que são um pouco mais ousados e soltam “eu te amo” sem nem saber direito ainda qual é a cor do nosso cabelo, ou se fazemos covinha quando sorrimos, ou o nosso sobrenome…
Na boa? Pra mim isso é babaquice disfarçada de volubilidade. É… gente volúvel, que provavelmente nem sabe a diferença entre paixão e empolgação!
É… empolgação, paixão… acho inclusive que todos nós deveríamos saber melhor o significado dessas palavras…
E sabe o que é pior? É que a maioria das mulheres (inclusive eu, as vezes, rsr) cai! Acreditamos que aquele fofo é realmente fofo (não é não hein? Fofo é seu ursinho de pelúcia ou seu animalzinho de estimação). Acreditamos no que eles ficam repetindo, só porque estão repetindo, e olha que nunca demos essa mesma credibilidade para aquele ‘loro’ da nossa avó, que sempre repetiu tudo que ela falava…
Tsc,tsc,tsc…. É, por certo uma hora a gente aprende.
Hoje eu nem vou deixar uma frase bonitinha para amenizar… acho que responsabildiade com o que dizemos é algo que realmente devemos cultivar mais entre nós. Inclusive em nós meninas, que as vezes não queremos o cara e ficamos enrolando só por medo de ficarmos sozinhas…
Já que não dá para voltar a ser criança, está na hora então de nos tornarmos adultos de verdade!
O mundo tem a cor que a gente pinta né?…pois é… troquemos então os lápis de colorir porque essas cores estão ficando muito cinzas, repetidas e sem graça!

P.S.: À todos vocês que acreditam em amor à primeira vista e conseguem dizer “eu te amo”, “eu estou apaixonado por você” (ou coisas do gênero) de verdade e permanecer por mais de 4 semanas com a mesma convicção…me desculpem! Muita coisa do que está aqui não serve para vocês!

Camila Lourenço