Eu te preciso hoje com uma urgência tão grande que chega me dá medo. E te preciso não por que te amo, ou coisa parecida. Eu preciso porque você faz com que eu me sinta viva de novo. Eu te preciso nem sei dizer ao certo por que, só sei que hoje, eu preciso de você.

Preciso de você para encostar essa barba por fazer no meu pescoço, pra segurar meu cabelo pela nuca e me tirar o fôlego. Eu te preciso para sentir meu coração batendo com o seu quando os nossos corpos se unirem num abraço profundo.
Eu te preciso por que eu te preciso. Ponto. Não me pergunte como ou por quê.
Te preciso sem promessas de um amanhã, sem pensar nas dúvidas do talvez. Eu preciso só e agora. Sem dizer nada, sem explicar nada. Só te preciso.
E não se trata de sentimento (ou talvez trate,não sei). Ouvi seus passos na varanda e não te chamei para entrar, ao contrário, sai ao seu encontro.
Vamos dar uma volta, com pressa, sem pressa, tanto faz, por que hoje eu preciso de você de qualquer jeito.
Preciso de você me devorando com esses olhos densos cor de mata.
Preciso rir das suas reações exageradas e exatamente no tamanho do meu prazer.
Hoje eu preciso de você. Só preciso.
Te preciso me abraçando forte e fazendo minha respiração simplesmente parar, e o tempo também.
Não, não tô apaixonada, claro que não. Mas é que hoje eu preciso de você.
Com pressa, sem pressa… de qualquer jeito, tanto faz, só sei que preciso.
Vem matar minha vontade, só hoje. Amanhã a gente vê o que faz, mas é que hoje eu preciso, preciso muito de você.

Camila Lourenço