Não quero ser sempre a forte ou a politicamente otimista.
Quero poder chorar,quando eu precisar chorar.
Quero me permitir sem culpa, ficar triste,sem pensar que eu deveria estar bem para atrair coisas boas.
Não quero ter que me fazer de forte quando estou me sentindo fraca,(embora eu saiba que eu farei isso se for preciso).
As vezes,eu também sinto vontade de desistir…
As vezes,eu me sinto só…
As vezes,eu sinto desânimo…
As vezes, eu me sinto ‘esquecida’…
Não sou perfeita,e nem quero ser. Até porque, a única perfeição que não me entedia,é a de Deus!
As vezes eu faço bico,e talvez seja manhosa.Se você não tem paciência,tudo bem,só não me peça para deixar de ser eu mesma,porque eu não iria obedecer…
Existem dias preciso ‘sentir’ e dar vazão a tudo que realmente está aqui no peito…sem perguntas…sem reprimendas.
As vezes,só se consegue o impulso para sair de um poço,quando os pés atingem o fundo…Então,o’ sol’ nasce novamente,um novo dia se faz,e eu posso tentar tudo outra vez,porque,afinal de contas,eu sou só uma humana!

Camila Lourenço