“Às vezes demoramos, na prática do jardim, a entender o óbvio:
quem ama cuida do que lhe diz flores como um jardineiro zeloso.”
|Ana Jácomo|
Não foi um encontro assim cheio de pompa. Foi quase por acaso. Ele chegou mesmo eu renegando-o e meio que gritou suas verdades. E as minhas ansiedades perderam o sentido, porque elas embalando-o ou não, ele passava e chegava e só.
E eu aprendi reaprendendo que em se tratando de tempo, não há como lutar. Ele (o tempo) chega, nos encontra e bota mesmo, tudo no lugar.


“Saudade agridoce – Pato Fu”
Camila Lourenço